Estudo sobre Gideão – A história de Gideão na Bíblia

Gideão, conhecido também por Jerubaal, ele era filho de Joás, abiezrita da tribo de Manassés. Gideão foi o quinto juiz de Israel. O nome Gideão significa “destruidor” ou “guerreiro poderoso”. A história de Gideão é sempre lembrada em estudos bíblicos e pregações.

Gideão foi o juiz que libertou os israelitas dos midianitas. Ele venceu um grande exercito com apenas 300 homens. Gideão liderou o povo de Israel durante 40 anos.

Os midianitas eram povos nômades dos desertos árabes da Síria e Arábia. Os israelitas eram oprimidos por esses povos e tinham suas colheitas e animais roubados. Por sete anos o povo de Israel e outros povos vizinhos sofreram os ataques dos midianitas e dos amalequitas. Isso acabou deixando o povo de Israel muito pobre.

O povo então resolveu clamar a Deus por socorro e Deus enviou Gideão, um profeta que levou ao povo uma explicação, que eles eram oprimidos devido à idolatria deles (Juízes 6:7-10).

Em um dos ataques eles mataram os irmãos de Gideão. Foi após esse episódio que ele teve um encontro com Deus e foi chamado para ser o libertador de Israel.

Gideão é chamado como libertador

Deus enviou um anjo que apareceu a Gideão em um dia que ele estava tentando esconder todo o seu trigo dos saqueadores. O anjo lhe disse que Deus estava com ele, pois ele seria o libertador que iria derrotar todos os invasores. Mas Gideão achou que ele não seria a pessoa certa. Então o anjo de Deus lhe confirmou a mensagem, o anjo fez com que toda a oferta de Gideão para Deus pegasse fogo.

Deus ordenou a Gideão que destruísse todos os altares de idolatria de seu pai durante a noite. Gideão obedeceu e destruiu, assim como Deus tinha ordenado. Porém, quando os homens da cidade descobriram, eles se irritaram.

Entretanto, o pai de Gideão o defendeu. Ele argumentou com os homens da cidade, dizendo que se Baal fosse um deus de verdade, não teria deixado Gideão destruir todo o seu altar. Por esse motivo, Gideão ficou conhecido como Jerubaal, que significa “que Baal dispute com ele”.

Leia também: quem eram os gibeonitas?

Os 300 homens de Gideão

Gideão saiu para lutar, mas ele estava em desvantagem, pois eram muitos os midianitas, contra apenas 32 mil israelitas. Gideão preocupado pediu um sinal a Deus para ter a certeza que conseguiria libertar Israel.

Em uma determinada noite ele deixou no chão um punhado de lã e pediu para Deus que somente a lã ficasse molhada com orvalho, e o chão ficasse seco. Então de amanhã, apenas a lã estava molhada. Na noite seguinte ele pediu para que o chão ficasse molhado e a lã ficasse seca. Então quando acordou ele viu que somente o chão estava molhado.

Então Gideão e seus homens levantaram de madrugada e foram para perto da fonte de Harode. O acampamento dos midianitas ficava ao norte no vale.

O Senhor disse a Gideão: “Você tem gente demais, e por isso não posso deixar que vocês derrotem os midianitas. Se eu deixasse, vocês poderiam pensar que venceram sem a minha ajuda”. O Senhor ordenou que Gideão mandasse embora para casa todo aquele que estivesse com medo. E foram embora 22 mil homens, mas ainda ficaram 10 mil. E o Senhor voltou a dizer para Gideão que ainda era gente demais. Então novamente Deus ordenou a Gideão que levasse todos até as águas, pois Ele separaria aqueles que iriam em batalha com Gideão.

O Senhor disse para Gideão que todo aquele que lambesse a água com a língua, como fazem os cachorros, deviam ser separados dos que se ajoelhassem para tomar água.

E trezentos homens juntaram água nas mãos e lamberam. E o Senhor disse a Gideão: “Com estes trezentos homens que lamberam a água, eu libertarei vocês e lhes darei a vitória sobre os midianitas. Diga aos outros que voltem para casa”.

Gideão foi vitorioso na batalha contra os midianitas

Gideão obedeceu ao Senhor e mandou todos os outros para casa. Naquela mesma noite o Senhor disse: “Levante-se e ataque o acampamento dos midianitas. Eu já dei a vitória a você. Mas, se você estiver com medo de atacar, desça até o acampamento deles. Leve junto Purá, o seu ajudante. Você vai ouvir o que eles estão dizendo e então terá coragem para atacar o acampamento” (Juizes 7:9-11).

Gideão e Purá desceram até bem perto do acampamento inimigo, e viram os midianitas e os amalequitas como nuvens de gafanhotos. E eles eram muitos espalhados pelo vale. Então Gideão se aproximou e ouviu quando um homem contou um sonho que via que o Senhor tinha entregado a Israel à vitória da batalha.

Quando Gideão ouviu todo o sonho entendeu o queria dizer, ele ajoelhou-se e adorou ao Senhor Deus. Então voltou para o acampamento.

Gideão separou os trezentos em três grupos e deu a cada um uma corneta e uma jarra com tocha dentro e disse aos seus homens: “Olhem para mim! E, quando chegarmos ao acampamento façam o que eu fizer, quando eu e meu grupo tocarmos a corneta, vocês que estarão cercando o acampamento também toquem as cornetas e gritem: Pelo Senhor e por Gideão!”.

Então próximo da meia noite, Gideão e seus homens se aproximaram do acampamento e tocaram as cornetas e quebraram os jarros e todo o exercito inimigo fugiu confuso. Enquanto os trezentos homens tocavam as cornetas, o Senhor fez com os inimigos atacassem uns aos outros com suas espadas.

Conclusão do estudo sobre Gideão

Os inimigos fugiram e Gideão os perseguiu com ajuda de outros israelitas. Gideão derrotou a todos e matou todos os seus lideres. Outras cidades pelo caminho poderiam ter ajudado a Gideão e os israelitas que já estavam cansados da batalha, mas eles não ajudaram. Por esse motivo Gideão, quando retornou das batalhas, castigou todas essas cidades.

Então os israelitas disseram a Gideão: “Domina sobre nós, tanto tu, como toda sua descendência”. Mas Gibeão respondeu lhes dizendo: “Sobre vós eu não dominarei, nem tampouco meus descendentes. Sobre vós dominará o Senhor Deus”. Gideão aceitou somente receber os bens e recompensas conquistados da guerra.

Com todo o ouro que Gideão recebeu, ele fez um manto sacerdotal e o deixou em sua cidade, mas esse manto acabou se tornando uma idolatria para sua família.

Gideão retornou para casa e se casou com varias mulheres e com elas ele 70 filhos. Durante o resto de sua vida ele teve paz, mas depois que ele morreu, os israelitas voltaram para a idolatria e se esqueceram de Deus.

Veja também:
Close