Quem foi Ester?

Ester era uma moça jovem, bonita e atraente. Seu nome era Hadassa, mas ela era conhecida por todos como Ester. Ela era prima de Mardoqueu, porem após a jovem perder os pais, seu primo Mardoqueu a criou como filha.

O rei Xerxes e a rainha Vasti

Em uma noite o rei de Susã que se chamava Xerxes, estava dando uma festa para os nobres e seus súditos.

Naquela mesma noite no palácio sua esposa também oferecia um banquete para as mulheres. No sétimo dia, o rei Xerxes já estava alegre por causa do vinho, então ele ordenou aos sete oficiais que o serviam, que trouxessem à sua presença a rainha Vasti usando a coroa real.

Ele queria que todos os seus súditos e nobres contemplassem a beleza de sua rainha, pois ela era de fato muito bonita. Porém quando os oficiais transmitiram a ordem do rei para a rainha, ela se recusou a ir. Essa atitude da rainha deixou o rei Xerxes ficou furioso e indignado.

O rei então consultou especialistas em questões de direito e justiça, o que já naquela época já era costume. Então vieram até o rei os setes nobres da Pérsia que também eram amigos do rei. Então o rei lhes perguntou:

“De acordo com a lei, o que se deve fazer à rainha Vasti? ela não obedeceu à ordem do rei”. (Ester 1:15)

Eles responderam ao rei que a rainha Vasti, não tinha ofendido somente ao rei, mas a todos os nobres e os povos de todas as províncias do rei. Eles espalharam para todas as outras mulheres o que Vasti tinha feito contra o rei, para que ela fosse rejeitada por todos e que a partir daquele momento todas as mulheres tivessem uma lição de como agir com seus maridos. Para que aquele ato nunca mais voltasse a se repetir.

Um decreto é criado pelo rei Xerxes

Um de seus súditos teve uma ideia para um decreto que logo foi aceito pelo rei e seus nobres. O decreto dizia que nunca mais a rainha Vasti poderia comparecer a presença do rei e sua posição de rainha seria dada a outra que fosse melhor que Vasti.

Então o rei mandou cartas de próprio punho, para todas as províncias, para todos os povos, dizendo que todo homem deveria mandar em sua própria casa.

Tempos depois quando cessou a indignação do rei Xerxes, ele novamente se lembrou do que sua rainha tinha feito e o que ele tinha decretado contra ela. Então os seus conselheiros sugeriram para o rei, que procurassem belas mulheres virgens e a moça que mais agradasse ao rei seria a rainha no lugar de Vasti.

Quando as ordens do decreto do rei foram proclamadas, diversas moças foram enviadas para o oficial Hegai responsável do harém do rei, e Ester também foi levada ao palácio e confiada a Hegai.

Ester agradou muito Hegai que passou a favorecê-la. Ele logo tratou de providenciar todos os tratamentos de beleza necessários. Esse tratamento durava um período de 12 meses, somente após esse tempo ela poderia ser apresentada ao rei.

Ester é coroada rainha

Orientada por Mardoqueu, Ester manteve em segredo sua origem e a origem de sua família.

Quando Ester foi apresentada ao rei, ele gostou muito dela, mais do que de qualquer outra mulher. Ela foi favorecida por ele e ganhou sua aprovação. Então o rei colocou nela uma coroa real e a tornou sua rainha (Ester 2:17-18).

O rei deu um grande banquete para Ester, para seus nobres e seus oficiais. Ele também proclamou feriado em todas as províncias e distribui presentes.

Mardoqueu descobre uma conspiração

Um dia quando Mardoqueu estava sentado junto a porta do palácio, ele ouviu dois oficiais do rei que guardavam a entrada do palácio, indignados e conspirando para assassinar o rei Xerxes.

Mardoqueu descobriu os planos deles e contou para a rainha Ester, que por sua vez, contou ao rei Xerxes em nome de Mardoqueu, o que ele havia ouvido sobre o plano de matá-lo.

O rei então mandou investigar a informação, e descobriu que era verdade. O rei então mandou que os dois oficiais fossem enforcados. (Ester 2:19-23)

O plano de Hamã para exterminar os Judeus

Hamã, príncipe do império persa, não gostava de Mardoqueu. Ele não aceitava o fato de que Mardoqueu não se ajoelhava diante dele.

O príncipe Hamã, então decidiu matar todos os Judeus, em forma de se vingar de Mardoqueu. O rei Xerxes, que não tinha conhecimento que sua rainha Ester era de origem judia, permitiu que Hamã fizesse o que tinha planejado, matar todos aqueles que eram Judeus. Então uma data foi marcada para que todos fossem mortos.

Mardoqueu então foi até a rainha Ester e contou sobre o plano de Hamã, que era de matar todos os Judeus. Mardoqueu pediu a rainha que intercedesse a favor dos seu povo. Porém a rainha Ester teve muito medo. Ninguém poderia ir até a presença do rei sem ser chamado. Desobedecer tal ordem poderia resultar em uma sentença de morte.

Ester salva o povo Judeu da morte

Ester teve uma ideia, mandou que Mardoqueu reunisse todo o povo Judeu que estava em Susã, e que todos jejuassem por três dias em favor dela. Eles não podiam comer nem beber.

Passado os três dias, Ester vestiu seus trajes de rainha e colocou-se no pátio do palácio em frente do salão do rei. O rei viu Ester e teve misericórdia dela e estendeu seu cetro e perguntou a rainha o que ela queria.

Ester então pediu ao rei que ele viesse com Hamã para um banquete que ela havia preparado. Então o rei mandou que trouxessem imediatamente Hamã, e durante o banquete o rei perguntou a Ester qual era o desejo dela, então Ester respondeu que o desejo dela é que eles voltassem no dia seguinte para outro banquete.

No dia seguinte, no segundo banquete, Ester contou ao rei que ela era de origem Judia. Ela contou ao rei sobre o plano Hamã para matar todo seu povo. Xerxes ficou irado e mandou executar Hamã na mesma forca que ele havia preparado para matar Mardoqueu. Assim, a rainha Ester salvou todo o povo judeu.

Veja também:
Close