Sadraque, Mesaque e Abede-Nego: Os três Jovens na fornalha

O capítulo 3 do livro de Daniel nos conta uma passagem onde três homens são lançados em uma fornalha de fogo ardente. Esses homens que se chamavam Hananias, Misael e Azarias, eram amigos do profeta Daniel. Eles eram judeus, mas foram levados em cativeiro para Babilônia juntamente com o profeta Daniel.

Eles foram educados nos ensinamentos dos Caldeus, e quem os ensinava era o eunuco do rei Nabucodonosor. Porem, tempos depois, eles receberam novos nomes Caldeus, e então passaram a ser chamados de Sadraque, Mesaque e Abede-Nego.

A estátua de Nabucodonosor

Certo dia, o rei Nabucodonosor resolveu fazer uma estátua de ouro. Essa estatua tinha sessenta côvados de altura e seis côvados de largura. Ela foi erguida no campo de Dura, na província da Babilônia.

Então o rei Nabucodonosor mandou que reunissem os príncipes, os prefeitos, os governadores, os conselheiros, os tesoureiros, os juízes, os capitães, e todos os oficiais das províncias. Todos eles deveriam ir à consagração da estátua que ele havia mandado erguer em sua adoração.

E como havia ordenado o rei, todos vieram afim de consagrar a estátua de Nabucodonosor. Então eles todos ficaram em pé diante da estátua de ouro.

Então o arauto do rei gritou em voz alta: “Ordena-se a vós outros, ó povos, nações e homens de todas as línguas: no momento em que ouvirdes o som da trombeta, do pífaro, da harpa, da cítara, do saltério, da gaita de foles e de toda sorte de música, vos prostrareis e adorareis a imagem de ouro que o rei Nabucodonosor levantou. Qualquer que se não prostrar e não a adorar será, no mesmo instante, lançado na fornalha de fogo ardente” (Daniel 3:4-6).

E no mesmo instante em que todos os povos ouviram o som da buzina, da flauta, da harpa, da sambuca, do saltério e de toda a espécie de música, prostraram-se todos, nações e línguas, e adoraram a estátua de ouro que o rei Nabucodonosor tinha erguido.

A acusação contra os três jovens

No mesmo instante alguns caldeus chegaram e acusaram os três jovens diante do rei. Eles disseram: “Ó rei, vive eternamente! Tu, ó rei, fizeste um decreto, pelo qual todo homem que ouvisse o som da buzina, da flauta, da harpa, da sambuca, do saltério, e da gaita de foles, e de toda a espécie de música, se prostrasse e adorasse a estátua de ouro. E, qualquer que não se prostrasse e adorasse, seria lançado dentro da fornalha de fogo ardenteHá uns homens judeus, os quais constituíste sobre os negócios da província de babilônia: Sadraque, Mesaque e Abednego; estes homens, ó rei, não fizeram caso de ti; a teus deuses não servem, nem adoram a estátua de ouro que levantaste” (Daniel 3:9-11).

O rei Nabucodonosor, com muita ira e furor, mandou que trouxessem a Sadraque, Mesaque e Abednego. Quando eles chegaram diante do rei, ele falou a eles dizendo: “É de propósito, ó Sadraque, Mesaque e Abednego, que vós não servis a meus deuses nem adorais a estátua de ouro que levantei?” (Daniel 3:14).

E continuou o rei dizendo: “Agora se vocês estão prontos, quando ouvirdes novamente o som da buzina, da flauta, da harpa, da sambuca, do saltério, da gaita de foles, e de toda a espécie de música, é bom que vocês se curvem para adorara a estátua que eu fiz, mas se não a adorardes, sereis lançados, na mesma hora, dentro da fornalha de fogo ardente. E quem é o Deus que vos poderá livrar das minhas mãos?” (Daniel 3:15).

Então Sadraque, Mesaque e Abednego, responderam ao rei: “Não necessitamos de te responder sobre este negócio. Eis que o nosso Deus, a quem nós servimos, é que nos pode livrar; ele nos livrará da fornalha de fogo ardente, e da tua mão, ó rei.  E, se não, fica sabendo ó rei, que não serviremos a teus deuses nem adoraremos a estátua de ouro que levantaste” (Daniel 3:16-18).

Sadraque, Mesaque e Abednego são lançados na fornalha ardente

Então Nabucodonosor se enfureceu ainda mais, e mudou o seu semblante contra os três. Ele ordenou que aquecessem a fornalha sete vezes mais do que se acostumava aquecer. Ele deu uma ordem aos homens mais fortes de seu exército, que atassem a Sadraque, Mesaque e Abednego, para lançá-los na fornalha de fogo ardente.

Sadraque, Mesaque e Abednego então foram atados, vestidos com as suas capas e suas túnicas, e todas as suas demais roupas. Assim eles foram lançados dentro da fornalha de fogo ardente. A fornalha de fogo estava tão quente que as chamas mataram aqueles homens que carregaram a Sadraque, Mesaque, e Abednego. E então os três caíram atados dentro da fornalha de fogo ardente.

O quarto homem na fornalha

O rei Nabucodonosor espantado, se levantou depressa e disse aos seus conselheiros: “Não lançamos nós, dentro da fornalha três homens atados?” (Daniel 3:24). E os conselheiros do rei responderam a ele dizendo: “É verdade, ó rei”.

Então o rei respondeu, dizendo: “Eu, estou vendo quatro homens soltos, andando livremente dentro do fogo, sem sofrer dano algum; e o quarto homem é semelhante ao Filho de Deus”. O rei Nabucodonosor se aproximou da porta da fornalha e falou, dizendo: “Sadraque, Mesaque e Abednego, servos do Deus Altíssimo, saí e vinde!” (Daniel 3:26). Então Sadraque, Mesaque e Abednego saíram do meio do fogo.

E reuniram-se todos e contemplaram os três homens na fornalha. Eles viram que o fogo não tinha tido poder algum sobre os seus corpos; nem um só cabelo da sua cabeça foi queimado. Nem as suas capas e roupas se mudaram; nada havia sobre eles que lembrasse a fornalha!

E Falou o rei Nabucodonosor, dizendo: “Bendito seja o Deus de Sadraque, Mesaque e Abednego, que enviou o seu anjo, e livrou os seus servos, que confiaram nele, pois violaram a palavra do rei, preferindo entregar os seus corpos, para que não servissem nem adorassem algum outro deus, senão o seu Deus” (Daniel 3:28).

Então o rei fez um decreto, que todo o povo, nação e língua que dissessem blasfêmia contra o Deus de Sadraque, Mesaque e Abednego, seriam despedaçados, e teriam suas casas feitas em um monturo; e porquanto não haveria outro Deus que pudesse livrar como o Deus de Sadraque, Mesaque e Abednego. Então Nabucodonosor fez prosperar as vidas de Sadraque, Mesaque e Abednego, na província da babilônia.

Veja também:
Mais sobre:
Close