A história de Jeremias – Estudo sobre o profeta Jeremias

Jeremias foi um dos profetas do Antigo Testamento. O profeta nasceu na cidade chamada Anatote. Ele era filho de Hilquias,um dos sacerdotes da cidade. Ele viveu em dos períodos da história mais conflitantes e conturbados do Antigo Oriente.

Ele ao longo de sua vida, sofreu maus tratos, foi rejeitado pelo povo, desprezado por pregar a palavra de Deus. Mas mesmo sofrendo aflições, não perdeu a fé, continuou a ouvir o chamado de Deus. Ele viu se cumprir cada profecia passada por Deus através de sua vida.

O profeta Jeremias foi usado por Deus, afim de alertar o povo de Judá sobre a destruição que viria, isso ele fez durante os reinados dos reis: Josias, Joaquim, Zedequias e Nabucodonosor que destruiu a cidade de Jerusalém.

De acordo com as escrituras de seu escriba, o profeta Jeremias era um homem de personalidade forte, mas ao mesmo tempo era um homem honesto, observador e gentil. Apesar de todo sofrimento, o profeta Jeremias era otimista e de muita oração e viu todas as suas profecias se cumprir.

A vida de Jeremias

O profeta Jeremias teve uma vida solitária. Ele recebeu de Deus uma ordem para que não formasse família, com mulher e filhos. Isso porque aqueles seriam dias de sofrimento (Jeremias 16:2-4). Então o profeta Jeremias teve uma vida difícil. Ele não participava de eventos ou festas, tão pouco ia a funerais. Tudo isso em sinal de que Deus havia abandonado seu povo.

O profeta foi considerado um traidor devido as suas mensagens de castigo e destruição. Ele foi taxado como um desmoralizador do povo. Ele foi por várias vezes preso por suas pregações, e algumas pessoas até tentaram matá-lo (Jeremias 26:8-9). Mas mesmo em meio a todo aquele sofrimento, Deus o protegeu e guardou sua vida.

Por passar por tanto sofrimento e perseguição, Jeremias chegou a ficar triste e deprimido. Ele até pensou em morrer (Jeremias 20:18). Mas o profeta continuou confiando, e Deus lhe as palavras certas, dando lhe forças para continuar.

Conheça também: a história de Elias e Eliseu

O chamado de Jeremias

Jeremias, antes de ser chamado por Deus para pregar sua palavra, era apenas um sacerdote. Mas um dia Deus falou com ele e disse que o tinha escolhido para profeta. Jeremias se achava muito novo para ser profeta, mas creu, pois Deus garantiu que estaria ao seu lado o tempo todo. Deus o chamou dizendo:

“Antes que te formasse no ventre te conheci, e antes que saísses da madre, te santifiquei; às nações te dei por profeta.” Jeremias 1:5

O ministério de Jeremias

O profeta Jeremias começou o seu ministério na época em que o rei Josias tentava levar o povo a novamente adorar a Deus. Mas com o coração do povo voltado para a idolatria, ficou impossível eles terem uma verdadeira transformação. Deus então usa o profeta Jeremias para avisar ao povo que o castigo estava próximo.

Ele pregou a palavra de Deus e chamou ao povo para arrependimento e concerto, isso ele fez durante os três reinados que sucederam ao rei Josias. Mas esses reis não eram como o rei Josias, eles eram idólatras e não tinham o menor temor a Deus. Por isso não davam ouvidos as palavras pregadas por Jeremias, continuaram sendo idolatras e pecadores, sem se importar com o que viria da parte de Deus.

Mas com o passar do tempo o profeta Jeremias viu suas profecias se cumprirem e quando o rei Nabucodonosor conquistou e destruiu Jerusalém, ele estava na cidade. O profeta viu o castigo de Deus que veio sobre o povo, sofreu com isso, porque se importava com o seu povo e seu país.

Mas o povo, mesmo vendo o cumprimento das profecias do profeta Jeremias, continuava a ignora-lo. Porém, Jeremias não desistiu, exortou o povo para arrependimento de seus pecados.

Então Jeremias profetizou que, depois de 70 anos, Deus iria trazer a restauração. Ele também profetizou sobre uma nova aliança, que um dia o Senhor Deus iria estabelecer nos corações das pessoas (Jeremias 31:33-34). Essa profecia foi cumprida através de Jesus.

Veja também:
Fechar